Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Mama, mas não morde! Por que os bebês mordem…

7756 Views 0 Comment

Muitas mães entram em contato comigo diariamente para se queixar que o bebê está mordendo sua mama. Muitas vezes há dor, desconforto ou até mesmo machucados. A amamentação deve ser um momento agradável, prazeroso, de contato, porém a dor interfere e muito.

 

Precisamos compreender o que significa o morder no bebê, algumas de suas causas e como agir nesses momentos. O importante é ter muita paciência e convicção de que o bebê não faz isso por raiva da mãe. É um processo natural tanto do desenvolvimento psicoemocional quanto físico.

 

Do ponto de vista psicanalítico, o bebê morde como uma das atividades de sugar e digerir, já que se encontra na fase oral. Como o bebê não tem consciência de si, da mãe e de que o seio é parte dessa mãe, o desejo de morder surge e gera prazer, especialmente no período que anterior à erupção dentária. Além disso, o morder antecede à fala e esta última está emocionalmente ligada a fantasias derivadas do sugar, morder, digerir e defecar, por isso as primeiras palavras de um bebê estão associadas aos sons de sensações que a criança experiencia e lhe geram prazer. Isso se mantém por toda a vida do indivíduo.

 

No período de erupção dentária, a mordida surge e esta etapa é denominada oral canibalística, em que o bebê morde o seio com o surgimento da agressividade. Nesse momento, o bebê consegue demonstrar, por meio da mordida, angústia, frustração, dor, ansiedade ou impotência e tais expressões são necessárias ao seu desenvolvimento psicoemocional.

 

Muitas mães tendem a perceber as mordidas como hostilidade contra elas, como se o bebê as estivesse agredindo, fato que pode levar ao desmame precoce e até mesmo à redução ou cessação completa da produção láctea. Realmente há uma agressividade no ato, porém não é contra a mãe, mas um processo de destruição do objeto (no caso a mama) antes de incorporá-lo. Morder é marcar alguém; a mordida é uma palavra.

 

Do ponto de vista físico, o bebê pode morder por algumas situações:

– quando está com sono,

– quando se distrai durante a mamada,

– quando apresenta alguma disfunção oral,

– quando utiliza bicos artificiais,

– quando quer a atenção da mãe

–  quando está na fase de erupção dentária, devido ao incômodo.

– quando o bebê começa a adquirir a percepção de que pode morder e o faz para conhecer o mundo e os objetos, por prazer oral (além de sugar, lamber e colocar tudo à boca, a mordida é uma forma de prazer oral),

– quando o fluxo de leite é aumentado, ele morde para controlar o mesmo

– quando a mama está muito cheia

– quando está mal posicionado

– quando está sofrendo algum tipo de stress

 

Quando o bebê morder, a mãe pode tomar algumas atitudes, levando sempre em consideração que este ato é normal. Paciência para lidar com a situação é imprescindível, pois o bebê está testando e aprendendo.

– dizer não com firmeza, sem gritar ou assustar o bebê

– interromper a mamada e questionar se já terminou (você pode colocar seu dedo mínimo no canto da boca para interromper a amamentação sem machucar a mama, só retirando a pressão intraoral)

– dar atenção para o bebê durante a mamada (deixar outras atividades e olhar, conversar, acariciar, embalar)

– se necessário, deixar outra pessoa pegá-lo por um tempo, especialmente se ele insistir em morder

– oferecer mordedores se ele estiver na fase de erupção dentária

– tirar do seio quando estiver satisfeito ou quase dormindo, para evitar mordidas

– oferecer a mama apenas quando ele desejar. Muitas vezes o fato de oferecer amamentação sem o bebê solicitar desencadeia a mordida, que é um reflexo de proteção à alimentação e ocorre normalmente quando não deseja mais se alimentar.
Não tape o nariz do seu bebê, não grite, não brigue com ele, não se negue a amamentá-lo. O que ele receber nessa fase, é o que poderá fornecer às pessoas mais tarde. Se receber agressão, dará agressão, se receber amor e compreensão, é isso que terá condições de disponibilizar!

0 Comments

Leave a Comment