Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Posso oferecer chupeta e mamadeira após 6 meses?

4467 Views 4 Comments

Uma prática bastante comum é o oferecimento de bicos artificiais, especialmente mamadeira, após o sexto mês de vida do bebê. As mães já têm conhecimento que estes bicos atrapalham a amamentação, podem levar ao desmame precoce, que o leite materno é importante para o seu filho, mas aos 6 meses, por ocasião do início da alimentação complementar, as dúvidas retornam. Como vou alimentar meu bebê após o sexto mês? Como o aleitamento não é mais exclusivo, posso oferecer a chupeta?

 

Não existe indicação para uso de bicos artificiais em nenhum momento da vida do bebê, pois, além de atrapalhar a amamentação em qualquer fase (seja exclusiva, seja com alimentação complementar), o oferecimento tardio de bicos também pode levar ao desenvolvimento de hábitos orais deletérios (que podem provocar problemas e serem difíceis de abandonar), ao desmame (muitas mães tem desejo de continuar amamentando até 2 anos ou mais) e, dependendo da frequência, duração de uso e tipo de bico, tem potencial para provocar alterações musculares, ósseas e dentárias.

 

Isso porque o bebê apresenta um padrão de sucção nas primeiras semanas de vida e outro, mais amadurecido, com o passar dos meses. O chamado sucking (sucção inicial, mais primitiva) é caracterizada pela combinação de pressão positiva e negativa, mas a pressão negativa é mais frequente do que no suckling (sucção mais amadurecida), que possui evolução para a pressão positiva, ou seja, massageamento da mandíbula na mama para ordenha de leite.

 

Ao se inserir um bico artificial no momento em que o suckling está estabelecido, existe um aumento da pressão negativa devido à forma de sucção dos bicos (mamadeira, chupeta), dificultando a evolução da sucção e o preparo para o aprendizado da mastigação, além de provocar desequilíbrio muscular, de posturas orais, de alinhamento dentário.

 

Além disso, é interessante destacar que um bebê amamentado exclusivamente até seis meses teve toda a nutrição, vínculo e direcionamento do crescimento/desenvolvimento facial adequados, pois o aleitamento é padrão ouro em todos esses aspectos. Ao completar 6 meses, está preparado para iniciar o aprendizado da mastigação, manutenção da respiração nasal, vedamento labial, deglutição padrão adulto e a aprendizagem da fala (ainda que as primeiras palavras sejam pronunciadas com 1 ano, aos 6 meses os bebês já emitem sons, tentam imitar o adulto, emitem sílabas e já começam a se comunicar de alguma forma (expressões faciais e o chamado balbucio).

 

Com todas essas vantagens da amamentação, que prepara o bebê para as demais funções orais, por que o bebê deveria receber um bico artificial após os seis meses? Pois é, não faz nenhum sentido! Pensando assim, todo o trabalho realizado por 6 meses pode ser perdido pela inserção de um bico artificial. Além disso, não há necessidade nem indicação de se oferecer leites artificiais ao bebê (mesmo após 6 meses ainda pode haver risco do desenvolvimento de alergias e intolerância alimentar). A mãe pode e deve continuar amamentando, juntamente com o oferecimento de outros alimentos saudáveis, até 2 anos ou mais. Caso o desmame já tenha ocorrido, ele não precisa receber leite artificial, pois os alimentos saudáveis suprem suas necessidades nutricionais completamente.

 

O oferecimento da mamadeira nesse período pode dificultar o aprendizado da mastigação e da transição de consistências. Os músculos orais podem apresentar redução de tônus e perder a força para mastigar, deglutir, vedar lábios para respirar pelo nariz, falar. No caso da chupeta, além do que já foi exposto, pode dificultar o treino da fala, especialmente quando o bebê permanece longos períodos com o objeto na boca.

 

Portanto, os pais podem ter segurança na decisão de passar da amamentação exclusiva para alimentação complementar sem passar pelo uso de bicos, com uso de copos para ingestão de líquidos e alimentação com as mãos inicialmente (método BLW), passando para os talheres com a maturidade neurológica e motora. Os bicos não fazem parte da vida da criança. Eles são apenas objetos culturalmente utilizados e aceitos, sem nenhuma vantagem prática.

4 Comments
  • Gisele fevereiro 9, 2017, 11:36 am Responder

    Meu bebê é menino está com 3 meses e 8 dias primeiro começou colocando a mão inteira na boca e agora já acha o dedo certinho….
    Estou preocupada se é apenas uma fase oral ou ele vai continuar chupando o dedo ..
    Mama apenas no peito e não dei nenhum tipo de bico.

    • Drª Cristiane Gomes fevereiro 13, 2017, 10:55 pm

      Gisele, não é hábito, fique tranquila. Todo bebê faz isso. Mantenha aleitamento materno exclusivo em livre demanda, ele irá satisfazer a necessidade de alimento e de sucção no seio materno. Ele estará na fase oral até 2 anos,isso quer dizer que entrará em contato com o mundo através da boca. Começa sugando, depois colocando objetos à boca, passa para a mastigação e depois para a fala.

  • Fabiana Carvalho julho 3, 2016, 10:23 pm Responder

    Ofereci uma chupeta de uma marca importada que imitava o bico do seio quando meu bebê estava com 40 dias de vida, ele tinha cólicas não dormia, ficava no seio a noite toda. Enfim na ocasião foi muito bom e alcalmou bastante.. atualmente ele está com 4 meses e meio mama em LD sem problemas.. ganhando peso maravilhosamente bem mas ainda utiliza um bico ortodôntico.. retiro o bico?

    • Drª Cristiane Gomes julho 4, 2016, 9:49 pm

      Fabiana, qualquer bico artificial tem potencial de levar à confusão de bicos, não importa o tempo de amamentação. Os estudos mostram que há uma redução do tempo de aleitamento quando há uso de bicos, então eu indico a retirada, sim. Na verdade não existe nenhum bico que seja semelhante ao seio materno, isso é marketing. Somente a mama se adapta à boca do bebê, nenhum bico mais faz isso ou permite o crescimento facial correto, ou a tonificação muscular adequada. Beijos

Leave a Comment