Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Relactação: o que é isso?

3648 Views 0 Comment

A relactação é a retomada da amamentação depois de uma interrupção de dias, semanas ou meses, ou no início tardio da amamentação depois de um período de aleitamento artificial.
A relactação consta de dois processos simultâneos: que saia leite e que o bebê mame. O primeiro é relativamente fácil, retirando leite várias vezes por dia manualmente ou com uma bomba de extração de leite. É normal que a princípio não saia nada, é preciso ser persistente. É mais eficaz fazer muitas sessões curtas que poucas sessões longas.
Que o bebê mame depende, é claro, de sua vontade. É relativamente fácil durante os primeiros quatro meses, mas mais difícil quando a criança já é maior ou já passou muito tempo sem mamar.

 

De qualquer maneira, já houve casos de relactação com bebês maiores de um ano.
Se o bebê não quer mamar não é uma boa ideia tentar rendê-lo pela fome. Em vez disso, é melhor dar o leite (materno se for possível ou artificial) com um copinho, conta-gotas ou colherzinha (melhor evitar a mamadeira) e voltar a tentar quando não estiver faminto. A translactação também pode ser utilizada, com a vantagem de também estimular a produção láctea.

 

É muito útil potencializar o contato pele a pele durante o máximo de tempo possível. A mãe pode ir para a cama com seu filho, nua da cintura para cima, e o bebê só de fralda, colocado sobre ela com a cabecinha entre os seios, como se tivesse acabado de nascer. Muitos bebês, dentro de meia hora ou mais, começam a mamar.

0 Comments

Leave a Comment