Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Perguntas e respostas sobre amamentação: volta ao trabalho

672 Views 0 Comment

Pergunta: Vou voltar a trabalhar e quero continuar amamentando. O que faço?

 

Resposta: Como a recomendação de aleitamento materno exclusivo é  até o sexto mês e continuada até dois anos ou mais, a mulher pode e deve manter a amamentação  mesmo no retorno ao trabalho. Isso requer rede de apoio dos familiares, amigos, cuidadores e especialmente do local de trabalho, com seus funcionários, chefias e estrutura. Não é necessário nem recomendado desmamar ao voltar ao trabalho ou iniciar o oferecimento de fórmulas/bicos.

Se a criança permanecerá em creche ou em casa com um cuidador, é importante que os funcionários estejam alinhados com as recomendações e preparados para incentivar e promover a amamentação. Eles revelarão seu preparo ao permitir e incentivar que a mãe amamente sempre que puder/desejar no ambiente da creche, bem como recebendo seu leite ordenhado, manipulando-o adequadamente e oferecendo-o por meio de copo ou colher, já que a ciência e a prática nos mostra que o uso de bicos e leites artificiais tem impacto na duração do aleitamento materno, por alterarem a dinâmica oral do bebê, promoverem redução de produção de leite e até desmame.

A mulher pode continuar em aleitamento exclusivo ao manter a amamentação em livre demanda quando estiver em casa, ordenhando e armazenando leite 15 dias antes de retornar ao trabalho e também, durante a jornada, ordenhar e armazenar seu leite nos momentos em que amamentaria se estivesse com o bebê. Isso permite a manutenção da produção e o estoque de seu próprio leite para oferecimento durante sua ausência.

A mãe pode começar a retirar seu leite 15 dias antes de retornar ao trabalho, em recipientes de vidro com tampa plástica higienizados. Retirar o leite e armazenar em freezer por até 15 dias, que é seu prazo de validade. Levar os vidros congelados (com caixa de isopor com gelo) até o local onde a criança permanecerá durante o dia de trabalho da mãe e solicitar que o cuidador coloque o frasco na geladeira para descongelar (ou descongele no banho maria com o fogo desligado). Nos horários de mamada, é só retirar apenas o volume da mamada e aquecer em banho Maria com o fogo desligado e oferecer ao bebê com copo comum. Da mesma forma fará com o leite ordenhado no trabalho; manterá em congelador ou freezer e transportar para casa congelado para oferecimento posterior

Não é algo simples e fácil, mas a mulher que tiver o desejo pode manter o aleitamento exclusivo até 6 meses e, ao iniciar a alimentação complementar, reduzir paulatinamente as mamadas, trocando-as por alimentos. Em alguns meses a mãe amamentará em casa e nos períodos de ausência a criança receberá alimentos saudáveis.

Dra. Cristiane Gomes, IBCLC

0 Comments

Leave a Comment