Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Perguntas e respostas sobre amamentação: mamadas frequentes

817 Views 0 Comment

Pergunta: Meu filho (minha filha) quer mamar toda a hora. O que faço?

Resposta: Nas primeiras semanas de vida, é normal o bebê querer mamar toda a hora, pois o leite humano é de fácil absorção e digestão.

A mãe deve oferecer o peito sempre que o bebê desejar, sem impor horários rígidos, por exemplo 3 em 3 horas.

Sempre que o bebê chorar e a mãe identificar que é fome, deve amamentar!No entanto, deve atentar para a técnica, pois é necessário que a pega esteja correta (como já dito, boca bem aberta, pega do bico e boa parte da aréola, posição de barriga com barriga) e que o bebê esvazia ao menos uma mama a cada mamada (pode esvaziar ambas se desejar), que esteja em livre demanda e que a mama esteja flácida após a mamada.

Assim a mãe terá certeza que o bebê está mamando o suficiente a cada mamada. Outra dica importante para saber se o bebê está mamando é que ele faça xixi em quantidade, sem cheiro e sem cor.

Quero destacar que o choro do bebê é comunicação de algum desconforto, não necessariamente fome. O bebê chora por sono, dor, gases, necessidade de contato, frio ou calor, fraldas sujas e também por fome. Nesse caso, é importante os pais conhecerem os tipos do choro de seu bebê para não amamentar sempre que ele chorar. Como nem todo choro é fome, o bebê precisa ser atendido em suas necessidades.

Com o passar dos meses, o bebê terá a sucção mais desenvolvida, maior força muscular e com isso sua mamada será mais rápida e eficiente. Os pais não precisam se preocupar quando isso começar a acontecer se o bebê estiver com bom ganho de peso e saudável, pois faz parte de seu desenvolvimento.

Vale destacar que há períodos em que os bebês mamam com maior frequência e isso é esperado e normal: são os picos de crescimento e saltos de desenvolvimento. Nessas fases o bebê cresce ou adquire alguma nova habilidade e, por isso, necessita de mais leite. As mamadas frequentes por alguns dias estimula o aumento da produção de leite pela produção maior do hormônio prolactina e logo as mamadas voltam ao normal. A mãe pode achar que seu leite está secando, fraco ou pouco, mas isso não é verdade. Em aguns dias tudo volta ao normal.

Amamente sempre que seu bebê desejar. É uma dedicação total, cansativo muitas vezes, mas é uma fase e vai passar. O importante é que o bebê está bem nutrito de alimento e amor. E isso não tem preço!

Dra. Cristiane Gomes, IBCLC

 

0 Comments

Leave a Comment