Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Os problemas da amamentação e o leite insuficiente: saiba como evitar!

2296 Views 3 Comments

Tenho recebido muitos questionamentos sobre a possibilidade do leite ser insuficiente ao bebê. Muitas mães dizem que apesar de manter a amamentação, seus filhos choram durante e após as mamadas, não ganham peso, dormem mal. Será mesmo que o leite pode ser insuficiente ao bebê, ainda que toda a literatura aponte que o leite materno é o melhor alimento e possui todos os nutrientes para o crescimento e desenvolvimento dele?

 

Ainda que o leite materno seja alimento perfeito, repleto de anticorpos e de fatores de crescimento, com todas as substâncias em quantidade e qualidade adequadas a cada bebê, o leite pode se tornar insuficiente por alguns problemas que podem se apresentar no decorrer do processo de lactação. Esses problemas podem estar relacionados à técnica da amamentação!

 

Problemas na técnica da amamentação:

o bebê não ser amamentado na primeira hora pode promover redução dos níveis de prolactina e ocitocina no organismo da mulher e retardar a descida do leite. Ainda que o controle seja hormonal nos primeiros dias, o estímulo precoce da auxilia na manutenção dos níveis altos desses hormônios por mais tempo;

 

os horários fixos e duração determinada das mamadas podem atrapalhar no estímulo e no esvaziamento das mamas. Quanto menor o estímulo e o esvaziamento, menor a produção de leite. Os profissionais de saúde têm o dever de incentivar a livre demanda, mamadas frequentes e o esvaziamento das mamas para que a lactação seja estabelecida e o volume de leite esteja adequado às necessidades do bebê;

 

a pega incorreta não permite a extração adequada de leite, além de provocar dor e possivelmente fissuras mamilares. A dor também impede a descida de leite, pois a ação da adrenalina no sangue impede a ocitocina de agir. O bebê que não tem a pega correta pode se tornar um bebê agitado, choroso, que não se sacia e necessita de muito tempo na mama para tentar retirar algum volume de leite. Há maior chance de ingerir volume insuficiente neste caso;

 

a limitação das mamadas, especialmente as noturnas, pode reduzir a ingestão de leite, já que no período noturno há maior liberação de prolactina e ocitocina, a mulher está mais relaxada e as mamas enchem mais. Bebês precisam dessas mamadas por algum tempo, por isso não se deve impedi-los ou oferecer outros alimentos;

 

o uso de outros líquidos (de leite, chá, água) atrapalham a amamentação, pois preenchem o estômago do bebê e este terá menor ingestão de leite materno; com menor estímulo haverá menor produção. Iniciar a complementação pode comprometer o aleitamento materno;

 

o uso de bicos artificiais (chupetas, mamadeiras, intermediários de silicone) também podem atrapalhar a amamentação e a produção láctea, já que o modificam o padrão de sucção do bebê, que começa a ter dificuldades na pega e extração de leite. Muitas vezes o que vem na sequência do uso de bicos é o uso de complemento;

 

as mamadas muito curtas geralmente dificultam o esvaziamento das mamas e a ingestão de maior concentração de gordura, que permite a saciedade do bebê. É importante, especialmente com os bebês mais jovens, que a mãe tenha paciência de aguardar o esvaziamento das mamas ou, no caso de bebês “dorminhocos”, acordá-los para completar a mamada.

 

Dessa forma, é importante que os pais sejam bem orientados por um profissional capacitado e tenham apoio necessário para a realização da técnica da amamentação de forma adequada. Assim, os problemas com leite insuficiente podem ser evitados ou até mesmo sanados.

3 Comments
  • Talita abril 28, 2017, 2:49 pm Responder

    Obrigada pela orientação! Deus abençoe

  • Talita abril 27, 2017, 12:37 pm Responder

    Estou gostando bastante desses artigos, parabéns! Tenho dois meninos Gêmeos de 3 meses, um bebê só quer ficar no peito o dia todo, com isso acabo sacrificando o outro, tem horas que penso que meu leite não está sustentando ele, meu seio fica sempre murcho porque ele mAma demais, estou bastante cansada, não sei o que fazer! Por favor me ajude

    • Drª Cristiane Gomes abril 28, 2017, 1:26 pm

      Talita, obrigada pelo retorno. Seu leite é fabricado para dois, não se preocupe! Apenas verifique a técnica da amamentação (posição, pega, horários, duraçao) para melhorar isso. Agora, cada um de seus bebês é único, então pode ser que um tenha mais necessidade de sugar do que o outro, não necessariamente de mamar leite, mas de sugar por prazer (o que chamamos de sucção não nutritiva). Tente uma consultora para fazer uma avaliação e te orientar. Beijos e felicidades

Leave a Comment