Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

O que é confusão de bicos?

10464 Views 3 Comments

O termo “confusão de bicos” é utilizado para conceituar as mudanças na fisiologia da sucção do bebê quando submetido ao aleitamento e à sucção de bicos artificiais.

Na mama, a sucção do bebê apresenta determinadas peculiaridades: com a abertura de boca, abocanha boa parte da aréola; a língua anteriorizada envolve a mama e realiza movimentos ântero-posteriores para levar o leite até a orofaringe, para ser posteriormente deglutido; realiza 4 movimentos mandibulares (abertura, protrusão, retrusão e fechamento) que permitem a extração do leite materno por pressão positiva e movimenta os músculos que posteriormente serão responsáveis pela mastigação. Os lábios e músculos bucinadores mantém a mama na cavidade oral, mantendo a pressão intraoral.

Ao receber alimentação por meio de bicos artificiais, independentemente do tipo de bico, a sucção do bebê se modifica totalmente: não há estímulo para manutenção da abertura da boca, a língua é empurrada pelo bico, os movimentos mandibulares passam de 4 para 2 (apenas abertura e fechamento da mandíbula), os músculos que atuam são basicamente os bucinadores (músculos das bochechas) e a sucção é realizada por pressão negativa.

Resultado? o bebê poderá tentar amamentar da mesma forma como suga o bico e isso provocará dor, fissuras mamilares na mãe ou possível redução da produção láctea,  dificuldade de retirada do leite, choro, irritabilidade, dificuldades em manutenção da pega durante a amamentação, com possível perda de peso no bebê. A mãe poderá acreditar que seu leite é fraco, que está com pouco leite, que seu bebê rejeita sua mama, inserir o complemento com leite artificial, aumentar o uso de bicos e, finalmente, desistir da amamentação.

Digo poderá, porque cada bebê reagirá de uma forma à exposição aos bicos artificiais. Alguns já confundirão a sucção inicialmente e outros, mais tardiamente. A questão é que a ocorrência da confusão de bicos é uma verdadeira loteria! O que a literatura afirma é que ao iniciar o uso de bicos artificiais, a duração do aleitamento materno é reduzido!

Outra condição que interfere com o sucesso da amamentação é a “ajuda” de parentes e amigos. Na maioria das vezes, no intuito de ajudar o bebê a pegar o peito, podem segurar a cabeça ou pressioná-la, e isto faz com que ele tente se debater. O bebê reage a essa “ajuda” tentando se livrar  e, consequentemente, solta a mama, se irrita e chora.

Devemos orientar a mãe e as pessoas envolvidas em melhorar a posição do bebê que não se deve flexionar ou empurrar a cabeça, pois isto irá irritá-lo, fazendo com que não consiga realizar uma pega adequada. É necessário também que a mãe esteja relaxada, bem apoiada (costas e pés) se sentindo confortável para que possa posiconar o seu bebê .

Dá pra reverter a confusão de bicos? Quanto mais cedo a mãe procurar ajuda, mais fácil reverter a confusão de bicos. O primeiro passo é eliminar o uso de bicos e depois, com algumas sessões de manobras e exercícios orais, é possível retornar à amamentação!

 

Para evitar a possibilidade de confusão de bicos, o ideal é não utilizar chupetas, mamadeiras, intermediários de silicone e quaisquer outros tipos de bico que podem modificar a dinâmica de sucção do bebê. 

 

 

3 Comments
  • Jéssica janeiro 31, 2017, 4:53 pm Responder

    O médico solicitou fórmula pois ele não conseguia ficar muito tempo mamando. Passamos esses dias sofrendo, pois ele chorava muito. Fomos pra casa e depois de um dia meio procurei ajuda sobre amamentação foi então que percebemos que o bebê estava icterico e foi internado. A pediatra viu nossa dificuldade na hora da amamentação e solicitou uma fono para nos acompanhar. Ela identificou que meu bico

  • Jéssica janeiro 31, 2017, 4:51 pm Responder

    O médico solicitou fórmula pois ele não conseguia ficar muito tempo mamando. Passamos esses dias sofrendo, pois ele chorava muito. Fomos pra casa e depois de um dia meio procurei ajuda sobre amamentação foi então que percebemos que o bebê estava icterico e foi internado. A pediatra viu nossa dificuldade na hora da amamentação e solicitou uma fono para nos acompanhar. Ela identificou que meu bico

  • Jéssica janeiro 31, 2017, 4:11 pm Responder

    Desde o primeiro dia em que nasceu meu bebê chorou muito na hora de mamar, ficava pouquíssimo tempo na mama e chorava, tentaram muitas posições e em algumas delas ele pegava a mama, mas depois que tirava a cabeça não conseguia pegar a mama novamente. Fiquei 3 dias internada até ter alta, nesses dias meu marido e eu realizavamos uma força tarefa e assim o bebê conseguia amamentar.

Leave a Comment