Amamentação: proteção e nutrição física e emocional.

Meu bebê tem dificuldades para sugar…

3897 Views 0 Comment

A sucção do recém-nascido é um reflexo que tem início na vida intrauterina, por volta da vigésima semana gestacional. Os movimentos de sucção tem início e logo o feto começa a sugar seu dedo ou o cordão umbilical. Terá toda a gestação para aprimorar a sucção e, ao nascimento a termo, estará pronto para ser amamentado. A sucção e sua coordenação com deglutição e respiração estarão prontas para atuar, permitindo a sobrevivência.

Caso o bebê nasça antes de 32 semanas de gestação, ou seja, prematuro, ele tem a sucção, porém a coordenação ainda não terá amadurecido, por isso os prematuros geralmente necessitam utilizar sondas de alimentação ou, em casos mais extremos, nutrição parenteral, por meio de acesso venoso.

Mesmo os bebês a termo podem, por diversas situações, apresentar dificuldades para sugar e isso é motivo de preocupação da mãe, já que o bebê adormece rapidamente após o início da mamada, não consegue esvaziar a mama e muitas vezes não obtém o volume necessário para ganho de peso e desenvolvimento saudável.

Os problemas de sucção podem acontecer por prematuridade, como já foi mencionado, por redução da glicose (hipoglicemia), por uso de bicos artificiais e complementos em grande quantidade. Também pode ser consequência de flacidez muscular ou disfunções orais.

Muitas vezes o bebê necessitará de atendimento fonoaudiológico especializado para promover força, ritmo, grupos, pausas, movimentos de língua, abertura de cavidade oral, etc. Outras, retirando os bicos, deixando o bebê sem roupas em contato direto com o corpo da mãe, acordando o bebê caso ele durma durante a mamada (elevar, colocar para arrotar, tirar a meia e movimentá-lo delicadamente), haverá condições de tornar a amamentação efetiva.

Se o seu bebê tem dificuldade para sugar, procure ajuda. Não complemente por conta própria ou sem antes passar por uma avaliação de consultor em amamentação ou banco de leite. Muitas vezes a resolução é rápida e seu bebê pode manter a amamentação, obtendo todos os benefícios do contato e do leite materno. Quanto menos ele mamar no peito, menos leite será produzido, o que pode levar ao desmame precoce, por isso é importante procurar ajuda o quanto antes!

 

0 Comments

Leave a Comment